CONFIRA A ENTREVISTA COM PEBA!

CONFIRA A ENTREVISTA COM PEBA!
clique na imagem

24 de fev de 2009

Aristina, la "artistina"

Finalmente hospedamos o video da intervenção "Aristina". A ação foi realizada no Hotel Aristi, em Cali (CoLômbia), durante a participação do CoMteMpu's no 7Festival de Performance de Cali.
Na verdade, já ta quase se tornando uma tradição: todo canto que viajamos, criamos umas coisas no local, e de preferencia, tem sido, nos hotéis que nos hospedamos. Assim foi com "226" (no Hotel Dystak - Itabuna/Ba), assim foi com "Aristina": um misto de vida e arte, um presságio, uma brincadeira, uma pílula... acabou!

A gravação é cara de pau e a edição com legendas nem se fala...


se não conseguir visualizar clique aqui




De onde veio?
Aristina, surge de uma paródia com a lenda do Hotel Aristi, primeiro hotel da cidade de Cali (Colombia) - por sinal, super luxuoso. Conta os amigos de Cali, que na década de 50 o dono do hotel, Dr. Aristizabal, médico, foi acusado de realizar experiências, digamos que macabras, com as criancinhas de Cali. Aristizabal tinha leucemia e achava que se auto-injetasse sangue de crianças saudáveis em suas veias, chegaria a cura da doença. Na década de 50, "DIZEM" que, crianças desaparecidas foram encontradas mortas e sem sangue. Ligaram alhos com bugalhos e pronto! Descobriram que o Aristizabal fazia as transfuzões no quinto andar do Hotel Aristi. Com o escândalo, o hotel caiu na boca de povo e entrou em crise (ta na moda a palavra)...


[Na verdade, diminuiu o volume de pessoas que queriam se hospedar no Hotel. Porém o Aristi ainda tem todo o glamour da década e é um super hotel conservado, com brilho, mármores, etc]


Como todo grande hotel em decadência, Aristi se tornou um grande asilo de luxo para idosos. Senhoras e senhores com mais de 60 anos, muitos frequentadores dos antigos bailes do Artisti, passaram a morar no hotel, sob um esquema de pagamento mensal... Esses mesmos moradores, passaram a ouvir ruidos de crianças correndo pelos corredores do quinto andar... Risos, choros e a criação de mais um lugar mal assombrado. Surge então a lenda do Hotel Aristi que já virou filme e tudo (El Monstruo de los Mangones, 1960).


O boato é comprovado por notas em jornais de época. De fato aconteceu tudo isso em Cali, ressalvo os entres que têm em toda lenda (pq se não, não é lenda). Mas a história é fato em Cali. Não atoa, o quinto andar do hotel está desativado e cerrado a cadeados. Até demos um pulo por lá, mas aí é outra história...

Como paramos no Aristi?
O Festival de Performance tem uma parceria com o Hotel Aristi e todos os anos, todos os artistas do festival ficam hospedados lá. Na edição de 2008, setimo ano (7FPC), na mesma temporada ainda aconteciam em Cali o 41 Salón Nacional de Artistas e Jugatela de Cali (uma espécie de olimpíadas nacional). Todos esses eventos tinham parceria com o Aristi e o hotel era um verdadeiro "artistes".

Daí foi fácil. Buscamos a produção do 7FPC, Helena Producciones, pedimos a lista dos números de quartos dos participantes do festival. Tudo foi acertado numa mesa de bar às 2h. a.m. (to chutando... ninguém olhou no relógio, mas deve ter sido isso). Contamos ainda com a participação de duas artistas da cidade (Catalina e Angélica) que foram nosso despertador para o compromisso (rs). A coisa toda aconteceu as 8:30h da manhã, cheios de remela.

Na surpresa matinal, Cata nos apareceu com a sua linda moñeca, herdada de sua avó, e já sugeriu a sua participação. Achamos OTIMO. Surgiu nome e enredo (quase escola de samba).

Gravamos a ação com uma câmera de foto. Até convidamos um cinegrafista, mas ele não acreditou que acordaríamos as 7:30h pra fazer isso. POis bem... nem nós.


Foto de Juan David Ramirez - Archivo del Festival de Performance de Cali.

No fim do dia, estava agendado um debate do CoMteMpu's no 7FPC (Danza y performance: hibrismo o génesis). Já aproveitamos e levamos Aristina e as imagens da ação ainda não editadas, abrindo margem para discussões sobre arte e vida, o que é ou não é arte (e a dança?), técnica ou não técnica, etc. O debate foi fervoroso, mas chega uma hora que acaba. Quando vimos: bOOoM, artistina, bOOoM! Fotos, moedas, óculos escuros...

A coisa não parou aí. Na realização de Out-doors 1 e durante toda a Jornada de Performance do 7FPC, Aristina, mais uma vez, esteve lá e tirou mais fotos que nós (hahahHA). A coisa ganhou um proporção tão grande que a nuestra hija é agora mais um zeza do grupo e está no Brasil conosco.


Pronto, é isso! uffs!! Pensei que não chegaria ao fim.
O resto guardamos na memória...


Ah! Dia 05 de Março, prometemos aparições da artistina Aristina!!!


[No aeroporto, Catalina chorosa disse:
¡Hasta luego mi amorzito! Siga feliz con tu nueva família.
Yo voy a buscála, de pronto o ahorita.
Cuidado con el carnaval en Brasil y samba de
mulatas y los muchachos y todo... basta marica!!
arghn...]

3 comentários:

sRG disse...

desde já, comento:

pq todo post agora tem citações em espanhol??
vilge... Cata, estás allí?

(sobre o marasmo)ps.: ano que vem, juro que saio num bloco.

Edu O. disse...

por isso que sou fã de vocês e me considero um zeza também, mesmo que a distância. assim vocês me prejudicammmmmmmmmmmmmmmm!!!!

Sucesso, meninos.

sRG disse...

Edu!!!!
rei du...
hey jude...
hu...
Ó?

bjoO!